Mateus 3:13-17  Marcos 1.9-11; Lucas 3.21-22

Dando sequência ao artigo anterior, vamos continuar compartilhando a importância e o poder do exemplo em nossas vidas. Se Jesus não era um pecador, por qual motivo insistiu em ser batizado? Como um bom Coach, provavelmente insistiu para servir de exemplo a todos que o seguissem. O “batismo” de Jesus era somente parte de um processo que seria repetido por todos os que futuramente o seguissem.

Jesus, mesmo não tendo pecados, igualou-se a todos os pecadores de sua região para servir de exemplo a todos os seus futuros coachees. A mesma coisa aconteceu quando Deus descansou no sétimo dia após a criação. Pense comigo: Deus se cansou? Não! Deus descansou para nos deixar o exemplo!

Albert Schweitzer

O teólogo alemão, Albert Schweitzer, disse certa vez que “dar o exemplo não é a melhor maneira de influenciar os outros, é a única!”. Jesus tinha pecado para se arrepender e ser batizado? Não!  Por isso ele é o modelo de homem perfeito de Deus para nós. Sua mensagem, com essa prática é clara: Aqueles que querem segui-lo, devem imitá-lo. E aqueles que pretendem ensinar alguma coisa a alguém, devem servir de exemplo para que seus seguidores os imitem.

Hudson Taylor

Há alguns anos, o governo comunista da China mandou um escritor escrever uma biografia do missionário Hudson Taylor, com o objetivo de distorcer os fatos e provocar descrédito em seu trabalho. Enquanto o autor fazia a sua pesquisa, ficou bastante impressionado com o caráter irrepreensível e a vida dedicada de Taylor, concluindo que sua tarefa seria difícil demais de executar. Mesmo sabendo que estaria arriscando sua vida, colocou de lado a caneta, abandonou o ateísmo e passou a crer em Deus, seguindo o exemplo do homem que deveria perseguir e desonrar.

Nosso exemplo, queiramos ou não, influencia muitos que estão ao nosso redor. O nosso exemplo poderá conduzi-los, inclusive a uma eternidade com ou sem Deus. Um Coach que segue os exemplos de Jesus deve ser luz para o mundo, e essa luz não pode, de maneira alguma, permanecer apagada. A vida de um Coach deve ser uma mensagem constante e seus Coachees, familiares e amigos.

Jamais devemos esquecer que a maior ferramenta que podemos usar para transmitir uma mensagem é o poder do exemplo. Como disse o famoso médico escritor irlandês, Oliver Goldsmith “Você pode fazer um sermão melhor com sua vida do que com os seus lábios”.

Por muitos anos Monterey, uma cidade costeira da Califórnia, foi um paraíso gastronômico para pelicanos. Os pescadores da região limpavam seus peixes e jogavam as miudezas que não eram aproveitadas, às aves famintas, de bico avantajado. Assim, elas cresciam gordas, preguiçosas e contentes. Com o tempo, no entanto, as miudezas passaram a ser utilizadas como iscas de pesca, e já não eram mais um alimento para pelicanos.

Monterey (Califórnia)

Quando a mudança foi definitivamente decretada, os pelicanos, como era de se esperar, não faziam qualquer esforço para pescar seus próprios peixes. Apesar de as migalhas não aparecerem, eles teimosamente continuavam, dia após dia, esperando o cardápio que não mais lhes era servido. Com isso, cresciam magros e desnutridos, e muitos chegavam a morrer de fome. Eles haviam se esquecido de como era pescar para si. O problema foi resolvido por meio da importação de novos pelicanos do Sul, pássaros acostumados a pescar por conta própria. Quando foram colocados entre seus magrelos primos famintos, os recém-chegados começaram, imediatamente, a captura de peixe. Em pouco tempo, os pelicanos famintos seguiram o exemplo, e a fome foi encerrada.

Seja o exemplo de tuas palavras e haverá um momento em que não precisarás dizer nada sobre coisa alguma. Tuas atitudes falarão por ti!  (Augusto Branco)

Voltando ao relato bíblico, João se satisfez com a resposta de Jesus e batizou-o nas águas do rio Jordão. Pela primeira vez na História, os céus se abriram, o Espírito Santo desceu e a voz do Pai declarou: “Este é o meu Filho querido que me dá muita alegria!”

Deus, publicamente estava registrando o prazer que tinha na missão que seu filho Jesus começava a realizar. Sua humildade em cumprir sua agenda e deixar um exemplo para aqueles que o seguiriam mais tarde, alegrava a seu pai. Mais tarde, João, um de seus discípulos, escreveria em seu evangelho (João 13:15) uma importante declaração de Jesus sobre a importância do exemplo:

“Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz”.

Umas das mais importantes e primeiras características de um Coach, é o exemplo. Se um dia você encontrar alguém que se intitula Coach, mas não tem exemplos para dar, esqueça, não é um Coach, é apenas um hipócrita se aproveitando de você, ao tentar lhe ensinar alguma coisa do qual não vive e não acredita.

PARA PENSAR E FAZER:

  • Já perguntou a alguém próximo a você, quais são seus pontos positivos e pontos a desenvolver, que podem servir de exemplo para as pessoas? Tente fazer esse exercício e veja o que pode melhorar.

Esse artigo, é uma pequena degustação do livro digital, Jesus Meu Coach. Conheça mais sobre o projeto, acessando o link abaixo.

0 ComentárioFechar comentários

Deixe um comentário

© Copyright 2019 Line Coaching